BRASIL E A CURA: CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO COMBATE AO COVID-19 - JORNAL FOLHA DO PARÁ

EXTRA

JORNAL FOLHA DO PARÁ

MAIS DE 24 MILHÕES DE ACESSOS - GLÓRIA A DEUS

ANUNCIE AQUI NESTE ESPAÇO ESPECIAL - MAIS DE 22 MIL ACESSOS POR DIA - "AQUI JESUS ABENÇOA"

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 4 de junho de 2020

BRASIL E A CURA: CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO COMBATE AO COVID-19


 COLABORAÇÃO
Prof.: Denys Alan Rocha Lima
 
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL



Desde o primeiro caso confirmado de Corona Vírus em Wuhan (China) no final do ano de 2019, o Covid-19 ou Novo Corona Vírus se tornou, em menos de seis meses, a razão de uma das maiores crises nos mais diversos âmbitos econômicos e sociais da história registrada da humanidade.
Fonte httpsacontecendoaqui.com.brcomunicacaoconfira-os-numeros-da-covid-19-em-todo-o-mundo-pelo-rastreador-Microsoft


Nesse sentido, é muito comum que todas as pessoas – desde trabalhadores simples até grandes autoridades políticas e empresariais – queiram, de uma vez por todas que o vírus seja paralisado por vacinas, por Deus ou por qualquer outra coisa que tenha tal poder.

Para alguns, inclusive para pessoas relacionadas à política nacional, o vírus nada mais que uma tentativa política de favorecer algumas figuras da política partidária ou até mesmo uma tentativa de desestabilizar o chefe do executivo, Jair Messias Bolsonaro.

PATROCINADOR OFICIAL FOLHA DO PARÁ
http://www.folhadopara.com/2020/01/oticas-helena-veja-as-fots.html

Todavia, grande parte da política mundial está alinhada aos cientistas e agentes de saúde de seus respectivos países com um intuito muito simples: buscar soluções acerca da diminuição do contágio e de uma possível vacina ou remédio, independentemente de qualquer conspiração política.
 Fonte httpswww.nsctotal.com.brnoticiasbolsonaro-pede-fim-de-babaquice-quem-nao-quiser-trabalhar-que-fique-em-casa-p-ouca
O que o mundo está fazendo?
Afim de aliviar as circunstâncias derivadas da pandemia e até mesmo a pretensão de extinguir o vírus, vários países estão formulando muitas alternativas técnicas.
Um exemplo disso, nesse caso, foi a iniciativa das autoridades políticas e militares de Singapura, foi de pôr o cachorro robô Spot nas ruas.
 Fonte httpswww.metropoles.commundovideo-cao-robo-coloca-moral-e-espanta-pessoas-que-nao-respeitam-quarentena
A função da máquina gira em torno de duas possibilidades: a primeira delas é de monitoramento. Podendo ser controlado em um raio de 3km, o robô tem câmeras e sensores em 360°, que permitem localizar e flagrar pessoas “furando” as políticas de isolamento sem autorização.
Além disso, o chamado cão robô desenvolvido nos Estados Unidos, pode levar telas ou tablets para pessoas contaminadas terem acesso aos seus familiares.
Fonte httpswww.uol.com.brtiltnoticiasredacao20200426empresa-transforma-cao-robo-em-telemedicina-para-combater-o-coronavirus.htm
Nos últimos dias, na universidade canadense Lethbidge, alguns pesquisadores realizaram testes com alguns tipos de canabinoides (maconha). Segundo os pesquisadores, a partir do que foi apresentado na revista O Tempo (Belo Horizonte, 2020), “[...] explicou que foi observado que canabinoides mudariam a enzima receptora do Sars-cov-2 no corpo humano”.  
Fonte httpswww.bnnbloomberg.cacanopy-temporarily-lays-off-200-re-opening-some-corporate-stores-1.1417114



Ou seja, alguns tipos específicos da erva poderiam servir como auxílio preventivo para o covid-19. Contudo, tal hipótese ainda não foi testada e nem avaliada por outros pesquisadores.
Outro exemplo interessante, foi a iniciativa conjunta do MIT (Instituto de Pesquisas de Massachusetts) e da Universidade de Harvard, que, em conjunto, para desenvolver uma máscara que emite uma luz ao detectar o sequenciamento genético do Covid-19.

 Fonte httpsexame.abril.com.brtecnologiamit-e-harvard-preparam-mascara-que-acende-quando-detecta-covid-19

Se trata, em outras palavras, de um importante detector que, ao ter acesso a espirros, tosses e respirações de qualquer pessoa, acende-se uma luz que acusa a contaminação. Tal máscara tem sido idealizada desde o surto de Ebola de 2014.
A OMS (Organização Mundial da Saúde) juntamente da França, Alemanha, Itália, Costa Rica, África do Sul e Arábia Saudita reuniram-se afim de estabelecer uma ação conjunta com o intuito de produzir uma vacina, podendo arrecadar até R$ 45 bilhões.
A tendência é que esses países, juntamente aos EUA e as demais grandes potências venham a conseguir uma estratégia para superar a crise.  
 E o Brasil?  
Em meio a toda essa mobilização por parte da comunidade científica e das grandes lideranças políticas do globo terrestre, o Brasil se encontra em um contexto um tanto quanto delicado. 
Em reuniões no fim do mês de abril, as grandes potências envolvidas na iniciativa da OMS arrecadaram logo de partida cerca de US$ 8 bilhões de euros para combater o Novo Corona Vírus.


O Brasil que fora convidado a fazer parte dessa junta, acabou sendo parte da discussão, quando o presidente francês Emmanuel Macron (P S) delatou sua total insatisfação com os países que recusaram a iniciativa, destacando o Brasil pela sua imensa quantidade de casos confirmados e óbitos.


Fonte httpswww.cartacapital.com.brpoliticabrasil-merece-um-presidente-que-se-comporte-a-altura-do-cargo-diz-macro
CONVIDADO ESPECIALhttp://www.folhadopara.com/2019/12/lojas-valdlar-em-maraba-veja-as-fotos.html
Bolsonaro, quando questionado em uma de suas lives, disse “O pessoal fala tanto em seguir a OMS, né? O diretor da OMS é médico? Não é médico. É a mesma coisa se o presidente da Caixa não fosse da área. Não tem cabimento. Então, o presidente da OMS não é médico".
Fonte httpswww.redebrasilatual.com.brpolitica202003rebatido-por-oms-e-ate-por-aliados-bolsonaro-sera-alvo-de-panelaco-as-20h30
A verdade é que, Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, é biólogo formado com mestrado em Imunologia de Doenças Infecciosas pela Universidade de Londres, doutorado em Saúde pela Universidade de Nottingham.
Mas, a postura do governo é apenas uma das problemáticas sobre o pesadelo que o Novo Corona Vírus pode causar nos brasileiros.
A pesquisa científica no Brasil teve, certamente, a partir do início do atual milênio, um crescimento gigantesco através dos investimentos do governo federal em ciência e tecnologia. Um indício disso, é que em 2018, o Brasil era um dos países que mais produziu artigos científicos no mundo.

 Entretanto, de um tempo para cá, nossos investimentos em ciência e tecnologia, além de investimentos nas pesquisas realizadas nas diversas universidades do solo brasileiro foram sendo reduzidos, ou contingenciados.
Os recursos do Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) foram reduzidos em 30% só em 2019. Sendo que o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), que tem como uma de suas funções a compra de insumos e equipamentos para a pesquisa científica teve corte de 80% no mesmo ano, tendo quase 18 mil bolsas de estudos cortadas. 


PATROCINADOR ESPECIAL
https://www.facebook.com/pg/bellabijumaraba/photos/?ref=page_internal

Em 2018, onde se tem dados mais precisos de cálculo de equivalência, e até os dias atuais, percebe-se um escândalo e um panorama assustador sobre a preocupação governamental brasileira com o tema. Uganda, um país extremamente pobre, determinara que 0,06% do seu PIB (Produto Interno Bruto) fora destinado à ciência e tecnologia.
 Fonte httpswww.msf.org.brnoticiassituacao-em-uganda-e-extremamente-alarmante
Enquanto que o Brasil, por sua vez, determinava 0,05% do seu PIB. Países vizinhos e mais pobres, como Argentina, Peru e Colômbia, têm, em proporção, uma maior identificação com a ciência.
O que esperar do Brasil?
Nossos pesquisadores, cientistas e estudantes são mundialmente reconhecidos pelas suas atividades e eficiências. Porém, dificilmente se faz ciência, mesmo com os mais promissores cérebros, quando um país não investe prudentemente na área.
Na verdade, os casos de contaminações e óbitos sobem avassaladoramente, e as atividades políticas de isolamento não têm sido enrijecidas propriamente para a seriedade de problema.
Portanto, o Brasil ficará a mercê da indústria farmacêutica internacional, onde os restos e sobras da mesa farta de quem tem pesquisa científica e respeito pela educação, serão nossa esmola técnica.
 

PROFESSOR DENYS ALAN ROCHA LIMA


PARCEIROS DA FOLHA DO PARÁ
http://www.folhadopara.com/2019/11/lojao-das-clinicas-inidade-marabapa.html
http://www.folhadopara.com/2020/04/farmaformula-confira-os-lancamentos.html

 







 http://www.folhadopara.com/2019/12/tibirica-caca-e-pesca-veja-nossos.html





 



   










 








http://www.folhadopara.com/2019/11/dose-exata-farmacia-e-manipulacao.html

http://www.folhadopara.com/2019/11/para-limpo-representante-ecomaster.html
 



 






  Fontes:


 






========================================================================





































 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here