AROLDO, COMERCIANTE DE MARABÁ MORRE, APÓS TER 70% DO CORPO QUEIMADO – VEJA FOTOS - JORNAL FOLHA DO PARÁ

EXTRA

JORNAL FOLHA DO PARÁ

MAIS DE 17 MILHÕES DE ACESSOS

ANUNCIE AQUI NESTE ESPAÇO ESPECIAL - MAIS DE 22 MIL ACESSOS POR DIA - "AQUI JESUS ABENÇOA"

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 30 de maio de 2019

AROLDO, COMERCIANTE DE MARABÁ MORRE, APÓS TER 70% DO CORPO QUEIMADO – VEJA FOTOS


O vazamento em um botijão de gás GLP, conhecido com gás de cozinha, provocou uma explosão, na sexta-feira (17), por volta de 19 horas, queimou 70% do corpo de Aroldo José Carneiro Paiva.

A vítima morava na cidade de Marabá, há anos, e era dono do Bar Altas Horas, localizado na Rua Barão do Rio Branco, no bairro Marabá Pioneira.
De acordo com pessoas próximas da família, uma filha de Aroldo Paiva, informou ao pai sobre o término do gás de cozinha de um botijão que estava sendo utilizado.
Ele teria comprado outro botijão e solicitado para o entregador colocá-lo no lugar. Após realizar a troca, um botão do fogão teria ficado aberto e liberado o gás.
O GLP vazou e se acumulou na casa. Após perceber o odor, a filha teria chamado Aroldo Paiva para verificar o que estava ocorrendo. No entanto, ao entrar chegar ao local, houve uma forte explosão, seguida de um incêndio.

O comerciante foi jogado para fora da cozinha e teve 70% do corpo queimado. Ele foi internado no Hospital Municipal de Marabá e depois, no dia 20/5/2019, transferido para Belém, onde faleceu ontem, ontem à tarde.
Assim que a notícia foi divulgada, houve uma forte comoção nas redes sociais, lamentando a morte de Aroldo Paiva. O corpo dele foi trasladado para a cidade de Abaetetuba, nordeste do Pará, sua terra natal, onde será sepultado. Ele deixou esposa e 4 filhas.
“O clima aqui na Rua Barão do Rio Branco está difícil, muito triste”, relatou Ennio Bagio, amigo da vítima.
=====================================================

















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here