JORNAL FOLHA DO PARÁ -- MAIS DE 13 MILHÕES DE ACESSOS -- "GLÓRIA A DEUS"

ANUINCIE AQUI - APROVEITE NOSSA PROMOÇÃO DE FIM DE ANO

POLÍCIA PEDE IMAGENS DAS CÂMERAS DO MOTEL ONDE MULHER MORREU ATROPELADA PELA NAMORADA EM BELÉM

Crime aconteceu na madrugada de sábado, 16, após vítima seguir namorada até um motel no bairro do Jurunas, em Belém.

Polícia Civil solicitou as imagens das câmeras de segurança do motel onde uma mulher morreu atropelada pela namorada, no bairro do Jurunas, em Belém. Um funcionário do estabelecimento será ouvido esta semana como testemunha do caso. A suspeita está presa Centro de Recuperação Feminino (CRF) e foi indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O crime aconteceu na madrugada de sábado (16). De acordo com a Polícia Civil a suspeita, Dionéia Reis, e a vítima, Laura Maria, viveram por cerca de seis meses juntas e estavam separadas no dia dos fatos. As duas haviam brigado e a vítima tinha saído de casa por causa de algumas situações conjugais.
No mesmo dia, Laura resolveu verificar o rastreador do carro da namorada, que indicava que ela estava em um motel no bairro do Jurunas. A vítima foi até o local e presenciou o momento em que Dionéia saía do motel com uma acompanhante.

Houve uma discussão entre as duas em frente ao motel e nessa discussão, segundo versão da suspeita, Laura teria se jogado no capô do carro para impedir que ela saísse do local. Mas, segundo Dionéia, nesse momento Laura teria escorregado e caído no chão de cabeça.
Dionéia disse ainda à polícia que Laura ficou caída no chão e que ela saiu do local junto com a acompanhante. Depois ela retornou ao motel para prestar socorro à Laura, que já estava morta.

A suspeita procurou uma equipe da Polícia Militar e foi conduzida para a Seccional de São Brás. Na unidade policial o delegado de plantão, Caio Lobo, ouviu os depoimentos da suspeita, da acompanhante dela e do PM que atendeu a ocorrência.
O delegado decidiu autuá-la por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Ele comunicou ao plantão judiciário e no sábado pela manhã a Dionéia foi apresentada ao juiz de plantão para ser ouvida em uma audiência de custódia. O flagrante foi homologado pelo juiz, que manteve a suspeita presa.

Por G1 PA, Belém
 

PATROCINADORES DA FOLHA DO PARÁ
NET COMPANY INFORMÁTICA -- ASSISTÊNCIA TÉCNICA ESPECIALIZADA -- COMPUTADORES, IMPRESSORAS E TABLETS
 
 
 
LOJAS VALD'LAR - MOVÉIS NOVOS E USADOS -- MARABÁ/PA
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

About James Paraguassu

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment