VEREADOR DE MARABÁ RAY ATHIE EXPLICA PORQUE VOTOU A FAVOR DO NOVO PCCR DA EDUCAÇÃO – VEJA...



 O vereador Ivanildo Bandeira Athie (PC do B), mais conhecido como Ray Athie, um dos 17 que votaram pela aprovação da Lei 014/2017, que altera o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da Educação, publicou manifesto explicando porque votou “sim” na votação da última terça-feira, dia 23. Leia a seguir a manifestação de Ray:
Por que votei nas alterações do PCCR?
Como vereador e representante do povo de Marabá, me sinto no dever de esclarecer os motivos pelos quais votei favorável às alterações no PCCR da Educação. Lendo o texto proposto pelo Executivo e comparando com a lei aprovada em 2011, cheguei à conclusão que havia, sim, distorções que precisavam ser corrigidas.
Abaixo, veja algumas delas:
1) A folha de pagamento da Semed, mesmo com todos os cortes feitos pela gestão atual, continua sendo maior do que os recursos que o município recebe do Fundeb. Em 2011, quando o PCCR foi alterado pela última vez, o município recebeu do Fundeb R$ 106.038.045,00 e a folha era de R$ 84.543.848,13. Mas, os problemas começaram no ano seguinte e não pararam mais. Em 2012, os recursos do Fundeb foram de R$ 118.283.424,00, mas a folha de pagamento saltou para R$ 122.320.082,00.
O efeito cascata subiu ano a ano e, em 2016, o governo federal enviou R$ 166.978.666,00 para Marabá, mas a folha de pagamento tinha saltado para R$ 212.225.415,00, sem contar o vale alimentação, no valor de R$ 9.739.639,00.
2) Um dos ajustes que foi feito no plano, agora em maio de 2017, diz respeito à gratificação para diretor de escola. Nossos diretores recebiam gratificações que variavam de 30% a 60%, dependendo do tamanho da escola. No início, eu achei também que a mudança proposta, de 10% a 40%, de forma escalonada, seria injusta, mas, ao comparar com o que o Estado paga de gratificação para os diretores, fiquei convencido de que, mesmo com a alteração no PCCR, os diretores de nosso município ainda receberiam bem mais que os do Estado.
3) Diante desses e outros números, fiquei convencido de que alterar alguns pontos do PCCR eram extremamente necessários para buscar o equilíbrio financeiro na Secretaria Municipal de Educação.
4) Como membro da Comissão de Educação, participei de reuniões para discutir o projeto do Executivo para alteração do PCCR e reconheço que a Câmara foi determinante para que o governo recuasse em alguns pontos, sem causar grandes impactos nos salários dos educadores.
Estou consciente de que cumpri meu papel como vereador em um momento delicado e a história confirmará isso.
Ray Athie – vereador pelo PC do B
______________________________________________________________________________
OFERECIMENTO ESPECIAL
LOJAS VALD'LAR - MOVÉIS NOVOS E USADOS -- MARABÁ/PA
OLIVA'S RESTAURANTE -- MARABÁ/PA
MARALUZ -- MARABÁ/PA
LOJAS AMERICANAS

















 

About James Paraguassu

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment